Com proposta pra lá de ousada, GUAJA Casa abre suas portas

23 Feb 2016

Foto: Siga BH

 

Depois de morrer de curiosidade para a inauguração do GUAJA, que aconteceu ontem, nossa equipe fez checkin na casa nova e ficou ainda mais encantada com toda a ousadia do projeto. Guiados pelo idealizador e sócio do espaço, Lucas Durães, fizemos um tour por todo o coworking e descobrimos um pouco mais sobre sua criação. Chega mais pra conferir!

 

 

1. No meio da avenida tem o novo GUAJA

Foto: Siga BH

 

Lucas confessa que após 8 meses para concepção do projeto e depois de firmar importantes parcerias, o GUAJA abre as portas com o desejo de se tornar “um símbolo de uma nova cultura para a capital mineira”, tendo como referência os cafés coworkings europeus, em que as pessoas podem se reunir ou trabalhar individualmente contando com toda estrutura de um café e o conforto de um ambiente original e contemporâneo.

 

A decoração do espaço deixa claro como cada detalhe foi pensado para a construção do GUAJA, fazendo esse checkin valer muito a pena.

 

 

2. E como entra nessa casa?

Foto: Siga BH

 

Dedicado especialmente à comunidade criativa de BH, o GUAJA Casa tem planos para quem precisa somente de algumas horas ou dias para realizar um trabalho, para aqueles que desejam fugir um pouco da rotina dos escritórios tradicionais e também para quem pretende ter uma sala fixa em um local inspirador.

 

Pra trabalhar no GUAJA não existe complicação: a venda dos espaços (temporários ou fixos) acontecem através de tickets e podem ser consultadas diretamente na recepção. A hora custa apenas R$12 e o melhor: tem café incluso com muitas opções para o trabalho ficar ainda mais prazeroso. Já pra quem quer chamar o GUAJA de casa, os planos custam a partir R$495 o mês. Bom demais, não é?

 

 

3. Uma casa e muitos cômodos

Foto: Siga BH

 

Além das estações de trabalhos, salas de reuniões e áreas privativas, o GUAJA também conta com um espaço externo composto por mesas e jardim, e carinhosamente apelidado de Convés, por fazer alusão ao fato da casa ser uma construção tombada como patrimônio e reconhecida pelo seu formato que lembra o de um navio.

 

É neste ambiente que o GUAJA pretende promover a socialização de toda a sua comunidade através de happy hours com os famosos drinks da Jezebel, os petiscos do chef Pedro Mendes, e ao som de DJ's convidados. O espaço já está em funcionamento nas segundas, quartas, quintas, sextas e sábados e é aberto para quem é de casa ou de fora. Partiu?

 

 

4. O cantinho mais amado

Foto: Siga BH

 

A cozinha, totalmente integrada ao ambiente, é um dos locais mais queridos da casa. Com quitutes produzidos diariamente pelo chef Pedro Mendes, é o espaço que combina e dá todo o sentido para a atmosfera de um café aliado à estrutura de um coworking. Entre frutas, bolos e pães de queijo, a bancada também ganha sabor com o exótico suco Guaja, criado exclusivamente para o local, e com o aroma do Café Américo, um dos parceiros da casa.

 

Perguntado sobre o seu prato preferido, o chef é enfático: “o burger Acaiaca é a melhor pedida”. Buscando a valorização da culinária mineira, o hamburguer é uma releitura do famoso pão com linguiça e deixa qualquer um com água na boca.

 

 

5. O GUAJA quer ser a sua casa

Lucas Durães, idealizador e sócio do GUAJA Casa | Foto: Siga BH

 

“A gente ama BH e o GUAJA Casa chegou para materializar um projeto que começou em 2014 (referindo-se à A Alfaiataria), oferecendo uma nova possibilidade aos belorizontinos e aos talentosos profissionais que existem aqui”, afirma Durães.

 

Visitar o GUAJA é como visitar a casa de um amigo querido. O local, mesmo tão novo, já carrega histórias e sonhos por todos os cantos e faz a gente sentir orgulho em ver que nossa BH está cada vez mais legal.

 

Não perca tempo: conheça o GUAJA Casa e apaixone-se por este novo local.

 

 

Infos:

Local: Av. Afonso Pena, 2881, Funcionários

Contato: (31) 3235-9191

 

Please reload

Please reload